quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Ares Primaveris

      Segundo dia da primavera... Estação bonita, boa pra se nascer – os outros signos que me perdoem! Os nativos de libra costumam ser propensos a querer fazer justiça a todo custo (o que, a princípio, os torna idealistas e eternos adolescentes), são aspirantes das artes e costumam viver mais nos ares que em terra firme! Mas são gente boa – como costuma ser a galera do resto do zodíaco! E, astrologias à parte, outro dia eu conversava com a Fada Bêbada, que me confessou certo cansaço. Cansada de fazer caras e bocas, de estar sempre bonita – ou tentar! Cansada de se apaixonar perdidamente, mas controlar-se para não assustar o (in?)felizardo de seus desejos, porque, segundo ela, os rapazes andam muito temerosos ultimamente. Temem o compromisso, mas também mulheres muito decididas que os chamam na chincha e os fazem brochar – quase sempre... Cansada de escova progressiva, de votar no PT, sem o velho entusiasmo... Então, no meio de um gole e outro de gim – neste dia ela estava completamente out, decidiu que, apesar de ser canceriana e pouco afeita a rompantes, incorporaria os ares librianos e votaria em Marina, apesar do PV (Partido Vendido – palavras dela), deixaria o sovaco cabeludo, tiraria quinze dias de férias em Itacaré ou Boipeba e processaria a operadora de seu cartão de crédito pela cobrança de juros abusivos. Se tudo isso a fará sentir-se melhor... ela não soube responder ainda, mas,  muito categórica, afirmou que, apesar de nem estar aniversariando, nem tampouco carpindo uma TPM desmedida, queria poder enfeitar de flores sua casa inteira e aspirar os ares primaveris desta estação piegas que por hora floresce entre amores-perfeitos, gérberas e lírios brancos... E que, se nada der certo, ela compra um vaso de comigo ninguém pode e leva com duas garrafas de cana pra´quele velho conhecido motel, enche a banheira e termina a noite ouvindo Vicente Celestino no seu mp3 -  que iPhone ela deixa para os virginianos ou escorpinianos arrojados!

2 comentários:

  1. Ah, Lu, esses ares de Primavera, que mexe com a gente mais que nunca... a tal da estação que tudo acontece, muito sol, muito frio, muitos ventos... ah... os arrebatamentos do desconhecido e do que não queremos mais conhecer, do que queremos conhecer e desconhecer...
    Que enfeitemos nossa casa inteira para aspirar os ares do novo!
    Saudações da estação sem estacionamento.

    ResponderExcluir
  2. Adoro seu jogo de palavras, Adri!!!

    ResponderExcluir